Conheça os sinais de stress em cães

December 20, 2019

 

 
 
A temida hiperatividade!

É bastante comum que os cães estressados ​​tenham um comportamento hiperativo. Conquanto, eles não são capazes de se acalmarem, fazendo com que assim, a longo prazo, ajam por impulso. Ademais, passam a mordiscar objetos e móveis, assim como quaisquer utensílios que estiverem em seu caminho. Para extravasar a tensão acumulada.
 

Movimentos repetitivos constantes em estresse em cães

O estresse canino tem como resultado, inegavelmente, a realização de movimentos repetitivos. Entretanto, são aparentemente sem sentido. Esse transtorno obsessivo compulsivo nos pets indica que eles podem estar sobre grande pressão.
 

 

Comportamento exagerado

O estresse em cães também se manifesta em comportamentos bastante exagerados. Porquanto, podem ser ações que eles faziam antes, mas que agora se mostram com maior intensidade. Contudo, é possível notar que há um excesso dentro desses “costumes”.
 

Salivação excessiva

Caso você observe que seu cãozinho está salivando muito, fique ainda mais atento. A fim de descobrir se ele está estressado ou não, veja se isso é algo constante e repetitivo. Leve em consideração esse sinal, pois pode significar que uma coisa mais grave.
 

Cachorro ofegante frequentemente

Ofegar é uma ferramenta que os pets usam para que o calor seja expulso pelo corpo. Caso você observe isso acontecendo com seu animal em momentos que ele deveria estar calmo, provavelmente está estressado. Dessa forma, será necessário fazê-lo aliviar a tensão que está sentindo.

 

Perda de pelo

Perder pelo, certamente, ocorre nos casos de estresse crônico, tal como nos humanos. Os cães começam a se sentir afetados fisicamente por uma determinada situação que estejam sofrendo. O pelo pode cair não só por conta das lambidas excessivas, mas também por conta do rasgo direto com os dentes.
 

Rigidez muscular no estresse em cães

Nas situações estressantes, é comum que os cães fiquem tensos e com a musculatura enrijecida. Se notar que a cauda, assim como os membros ficam duros em um evento significativo, trate imediatamente.
 

Alterações no comportamento

O estresse em cães tem um sinal bastante comum: a alteração comportamental. Uma vez que é normal que eles comecem a desenvolver comportamentos antes nunca apresentados, preste atenção em: Timidez; Agressividade; Fobia; Depressão.
 

Dicas úteis para aliviar o estresse em cães

EM SUMA, O MAIS IMPORTANTE AO SE TRATAR O ESTRESSE EM CÃES, É TER MUITO CARINHO, ASSIM COMO PACIÊNCIA COM O ANIMAL
 

Se seu pet apresentar um ou mais dos sinais que citamos acima, você terá que providenciar um tratamento imediato. Pois é isso mesmo! É possível tomar algumas medidas simples para aliviar o estresse em cães, dessa forma, lhe proporcionando bem estar e paz de espírito.

Primordialmente, é recomendado que se vá ao veterinário para que ele diagnostique e trate os sintomas. Por conseguinte, caso esse estresse seja causado por conta da chegada de um animalzinho novo, não o exclua do ambiente em hipótese nenhuma.

Também não é legal obrigar o pet a compartilhar seus brinquedos, cama, comedor, bebedor, etc. Portanto, deve-se respeitar os pertences de cada um.

Outrossim, algo interessante é fazer o que se chama de caminhada olfativa. Isso quer dizer que, ao invés do dono guiar o cachorro, ele é quem indicará o caminho a ser seguido. Dessa forma, o pet vai estimular o olfato. Além disso, poderá explorar o local livremente.

Para aliviar as tensões, relaxar, assim como eliminar o medo, o estresse em cães e fazê-los dormir, é possível envolver o pet em um cobertor. A saber, essa prática se chama “pressão sustentada”, muito usada no treinamento de cães.
 

Remédios naturais e brincadeiras

Você pode escolher brincadeiras interessantes que irão estimular as atividades mentais do cachorro. Por exemplo, esconda um objeto e o faça encontrar e levar de volta para você.

Outra coisa a se ter em mente é que, surpreendentemente, pensa-se que brincar com o pet até sua exaustão eliminará o estresse. Entretanto, isso pode fazer um efeito adverso, excitando e exacerbando ainda mais o seu nervosismo.

Para que as ações acima sejam complementadas, existem medicamentos caseiros que são reconhecidos mundialmente. Isso porque eles relaxam e acalmam. Entre eles estão:

  • Camomila;

  • Erva de São João;

  • Erva cidreira;

  • Entre outros.

  • Essas são ervas que podem ser oferecidas em forma de chá.

 

Florais de Bach, preparações homeopáticas, bem como aromaterapia, também não causam nenhuma dependência, menos ainda têm contraindicações. Pode ser aplicado de diversas formas, só que, as mais indicadas devem ser prescritas por especialistas.

Em suma, o mais importante ao se tratar o estresse em cães é ter muito carinho, assim como paciência com o animal. Em hipótese nenhuma se deve gritar ou agredir fisicamente, menos ainda abandonar ou excluir. Os cachorros percebem o interesse do dono, agradecendo com a calma que se espera, pois ficarão bem alegres.

 

A Freso PET é focada em entretenimento animal. Cada brinquedo é desenvolvido para o desgaste de energia e alegria dos nossos peludinhos!

 

Fonte: https://oimparcial.com.br/entretenimento-e-cultura/2019/12/conheca-os-sinais-de-stress-de-caes/

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A importância da atividade física para PET’s

September 26, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags